Regulamento

Regulamento em PDF

Baixe aqui

REGULAMENTO 2018

cinefestrn.com.br

 

Regulamento 2018

Filmes em competição

Filmes fora da competição

Competição de curta nacional

Competição de curta potiguar.

ARTIGO PRIMEIRO

 

  1. a) O espírito do Cine Fest RN é defender obras que tratem de questões humanas, sociais e culturais, sem preconceito de raça, de cor, de credo ou de gênero; filmes que tratem da irmandade e da cooperação universal entre os seres humanos.
  2. b) O objetivo é revelar novos talentos e concentrar a atenção nas obras de qualidade, a fim de contribuir para a evolução da sétima arte e incentivar o desenvolvimento desta indústria cultural no Brasil, em especial no Rio Grande do Norte.

 

ARTIGO SEGUNDO

  1. a) O 1º Cine Fest RN será realizado no período de 24 a 29 de abril de 2018, no Cinemark, Shopping Midway Mall, Rio Grande do Norte.
  2. b) Será composto de uma Mostra Competitiva de Longas Nacionais, Mostra Competitiva de Curtas Nacionais e Mostra Competitiva de Curtas Potiguares.
  3. c) O Festival realizará também uma Mostra Itinerante de Curtas e Longas, tanto nacionais quanto potiguares, fora de competição, que serão exibidos ao ar livre nos seguintes locais: Zona Sul de Natal, Zona Norte de Natal e Litoral Sul.
  4. d) Os filmes das Mostras Itinerantes serão escolhidos entre os selecionados das mostras competitivas e obras convidadas.

 

ARTIGO TERCEIRO

  1. a) Neste ano de 2018, o Cine Fest RN é organizado pela produtora Engady Cine Vídeo, com o patrocínio do Banco Mundial (World Bank Group), do programa Governo Cidadão e do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.
  2. b) A organizadora Engady Cine Vídeo vai instituir o Conselho Curador e o Conselho de Administração do Festival para cuidar de questões internas, regulamento, inscrição, seleção e premiação das obras.
  3. c) O Conselho de Administração é quem dá o aval e convida os filmes que serão apresentados na competição de longa metragem, de curtas e as obras fora da competição.
  4. d) Os filmes para a competição de curtas serão escolhidos pelo Conselho Curador entre as obras inscritas previamente no site do Festival.
  5. e) Todos os filmes convidados a fazer parte da Seleção Oficial pelo Conselho de Administração receberá um certificado de participação no Cine Fest RN.

 

ARTIGO QUARTO

  1. a) Somente os filmes que atendam às condições abaixo poderão ser escolhidos para convite da Seleção Oficial.

 

COMPETIÇÃO DE LONGAS

(5 filmes)

#1) Serão elegíveis filmes produzidos durante os 18 meses que antecedem o Cine Fest RN. (Isto significa filmes produzidos entre outubro de 2016 até março de 2018). É imprescindível que o produtor apresente o CPB da obra no momento de entregar a cópia de exibição. A data de emissão do CPB vai determinar a data de conclusão da obra. Se estiver fora do período estipulado pelo regulamento, o filme será retirado da Seleção Oficial.

#2) Serão elegíveis filmes que não tenham sido exibidos comercialmente em salas de cinema ou cineclubes no território nacional. É aceitável que tenham participado em outros festivais nacionais e internacionais.

#3) Serão elegíveis filmes com duração superior a 70 minutos. Não serão admitidas, em nenhuma hipótese, obras com duração inferior.

#4) Serão elegíveis filmes que não tenham sido exibidos na Internet, em serviços de streaming ou televisão.

#5) Serão elegíveis somente filmes que respeitem os objetivos do Festival, tal como definidos no artigo primeiro.

 

COMPETIÇÃO DE CURTAS NACIONAIS

  • ilmes)

#1) Serão elegíveis na categoria “curta-metragem” os filmes que não ultrapassem a duração de 20 minutos, incluindo os créditos de abertura e de encerramento.

 

#2)  Serão elegíveis filmes de ficção, de animação, documentários, experimentais ou que se enquadrem como novas linguagens audiovisuais, desde que atendam aos critérios técnicos do festival para a exibição em salas de cinema.

#3) Não serão elegíveis obras classificadas como videoclipes, trailers, makings offs, reportagens de televisão, programas de televisão, vídeos feitos para monografias (TCC), peças de propaganda partidária ou religiosa, e obras que contenham objetivos mercadológicos (divulgação de produtos, de igrejas, de escolas, etc.).

 

COMPETIÇÃO DE CURTAS POTIGUARES

  • ilmes)

#1)  Serão elegíveis os filmes que atendam aos requisitos #1, #2 e #3 da categoria anterior.

#2)  Serão consideradas “potiguares” as obras que tenham duas (ou mais de duas) das seguintes características: diretor potiguar; roteirista potiguar; fotógrafo potiguar; diretor de arte potiguar; produtor ou produtora potiguar; elenco predominantemente potiguar; ou ter sido totalmente filmado em locações do Rio Grande do Norte.

#3) Para comprovação do item acima, o Conselho de Administração poderá solicitar apresentação de documentos ao responsável pela inscrição.

 

MOSTRAS ITINERANTES

(até 10 filmes)

#1) O Festival promoverá sessões não competitivas e mostras paralelas com as obras selecionadas.

#2) As sessões serão em praça pública, com estrutura montada para receber o público.

#3) Para estas sessões especiais, os produtores e diretores devem enviar, a pedido do Festival, cópias dos filmes em DVD ou BLU RAY.

 

FILME DE ABERTURA E FILME DE ENCERRAMETO

(2 filmes)

#1) Um filme brasileiro será convidado pelo Festival para realizar a noite de abertura, fora de competição.

#2) Outro filme, também convidado, fará a honra do encerramento, em sessão especial que antecede a entrega de premiação.

 

ARTIGO QUINTO

  1. a) As inscrições para longas, curtas nacionais e potiguares serão realizadas através do hot site com.br no período de 1º de março de 2018 (quinta-feira) até as 23h59min do dia 25 de março de 2018 (domingo).
  2. b) O candidato preencherá o formulário de inscrição on-line e o enviará juntamente com a cópia de análise da obra.
  3. c) Os responsáveis podem enviar links fechados para visualização; ou cópias em DVD (formato MOVIE ou MPEG padrão NTSC) para o endereço físico do Festival.
  4. d) Para as cópias de inscrição, não serão aceitos pen-drives, HDs ou outro formato audiovisual.
  5. e) O Conselho Curador e o Conselho de Administração do Festival não se responsabilizam por links com problemas, DVD defeituoso ou mídias incompatíveis que inviabilizem a visualização da obra e prejudiquem sua seleção.
  6. f) Os filmes selecionados serão anunciados no site do festival no dia 1º de abril de 2018.
  7. g) Uma vez que um filme foi selecionado não pode ser retirado do programa do Festival durante o evento.
  8. h) Estas cópias não serão exibidas em público e serão utilizadas exclusivamente pela Curadoria e pela Organização do Festival para avaliação e seleção. Fica vetado o empréstimo, a locação ou a exibição dos filmes sem autorização dos seus diretores pela equipe do Festival.

 

ARTIGO SEXTO

  1. a) Os realizadores dos filmes selecionados para as mostras deverão enviar obrigatoriamente para o endereço físico do festival:

-HD externo do filme com conexão USB 3.0, encodado em DCP 2K, no padrão DCI sem KDM (aberto), em formato digital (arquivo em ProRes 422 HQ, a 24 quadros por segundo – frame rate – não pode ser 30 fps); áudio em 5.1 ou 2.0.

Observação: se o material não vier em formato DCP, o Festival não exibirá o filme nas mostras oficiais.

-Três fotos do filme; e uma foto do diretor com resolução 300dpi, devidamente identificadas e creditadas.

– Um cartaz do filme em tamanho padrão.

-Documento de classificação indicativa do filme, conforme definição do Ministério da Justiça.

-Cópia do CPB da obra.

-Cópias em DVD

 

  1. b) O endereço físico da Coordenação do Festival é:

Cine Fest RN

Festival de Cinema do RN.

Rua Senador Otávio Mangabeira, 667.

Barro Vermelho.

Natal-RN

 

ARTIGO SÉTIMO

  1. a) Os produtores ou responsáveis pelos filmes selecionados devem enviar as cópias de exibição – via Correios, Fedex, DHL ou transportadora – em modalidade expressa e com aviso de recebimento.
  2. b) Todas as despesas e encargos para envio do material ficam a cargo do remetente.
  3. c) As cópias devem chegar à sede do Festival até a data-limite de 21 de abril de 2018.
  4. d) A cópia que chegar após essa data corre o risco de não entrar na lista de exibição do Festival, apesar de constar no programa oficial.
  5. e) O Conselho de Administração do Festival não se responsabiliza por cópias extraviadas.
  6. f) O Festival não retirará nenhum tipo de material, filme ou documento da agência dos Correios, mediante pagamento ou reembolso de devolução, bem como não efetuará qualquer reembolso ou indenizará a postagem das cópias.

 

ARTIGO OITAVO

  1. a) O Conselho de Administração do Festival designará cinco membros para compor o júri da competição de longas (juntamente com o seu Presidente de honra), e outros cinco membros para o júri da competição de curtas.
  2. b) O júri oficial de cada categoria das mostras competitivas será constituído por cineastas, críticos, pesquisadores e artistas com comprovada experiência, designados até 15 dias antes do início do Festival.
  3. c) O júri oficial avaliará os filmes concorrentes e indicará os vencedores de cada prêmio, mediante decisão fundamentada a partir de critérios técnicos e artísticos, conforme as seguintes categorias:

 

LONGA METRAGEM

-Melhor filme – Prêmio: R$ 5.000,00

-Melhor diretor – Prêmio: R$ 3.000,00.

-Melhor ator – Prêmio: R$ 3.000,00

-Melhor atriz- Prêmio: R$ 3.000,00

 

CURTA NACIONAL

-Melhor curta – Prêmio: R$ 3.000,00

 

CURTA POTIGUAR

-Melhor curta – Prêmio: R$ 3.000,00

-Melhor Diretor – Prêmio: R$ 2.000,00.

Melhor Roteirista – Prêmio: R$ 2.000,00.

Melhor ator – Prêmio: R$ 2.000,00.

Melhor atriz – Prêmio: R$ 2.000,00.

 

  1. d) O pagamento dos prêmios se dará nominalmente aos produtores, diretores e atores; será realizado – no máximo – vinte dias úteis após o evento.
  2. e) Em caso de eventual atraso, os vencedores serão indenizados com 0,5% de juros ao mês sobre o valor do prêmio.

 

ARTIGO NONO

 

  1. a) Cada membro do júri vota por escrutínio secreto. Decisões serão alcançadas por uma maioria absoluta de votos nas cédulas.
  2. b) O Presidente de Honra e o Coordenador Geral do Festival participarão nas deliberações do júri, mas farão parte da votação.
  3. b) Nenhuma pessoa que tenha participado na produção ou exploração de um filme em competição pode fazer parte do júri.

 

ARTIGO DÉCIMO

  1. a) Paralelamente às mostras competitivas, serão realizadas outras projeções e eventos de interesse do desenvolvimento cultural cinematográfico, como seminários, homenagens e os prêmios especiais que o Cine Fest RN entregará a cada ano.
  2. b) Este ano de 2018, o Cine Fest RN promove o concurso de fotografias sobre o Estado do Rio Grande do Norte, premiará as melhores obras e montará a exposição “CULTURA NO RN”.

Regulamento à parte no site.

 

ARTIGO DÉCIMO-PRIMEIRO

  1. a) Será concedido o ELEFANTE DE OURO outorgado pelo Cine Fest RN a um ator ou atriz que tenha prestado importante colaboração ao desenvolvimento da arte e da indústria cinematográfica brasileira.
  2. b) Será entregue o ELEFANTE DE PRATA, outorgado pelo Cine Fest RN a um diretor, cineasta ou entidade que tenha se destacado no desenvolvimento da arte e da indústria cinematográfica brasileira.
  3. c) Será entregue o ELEFANTE DE BRONZE outorgado pela organização do Festival a uma personalidade do cinema pelo conjunto de sua obra.

 

ARTIGO DÉCIMO-SEGUNDO

  1. a) A Coordenação do Festival tem autonomia para prorrogar ou não o prazo de inscrições de acordo com a necessidade do evento, assim como autorizar ou não o recebimento de filmes até o prazo limite para constar no catálogo do Cine Fest RN, e desclassificar ou retirar um filme que já tenha sido anunciado para compor a programação.
  2. b) Caberá a organização do Festival a decisão de ampliar o número de filmes a serem exibidos no evento.

 

ARTIGO DÉCIMO-TERCEIRO

  1. a) As decisões do Conselho de Administração, do Conselho Curador e da Organização do Festival são soberanas, não cabendo recursos.
  2. b) Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pelo Conselho de Administração e pela Organização do Festival.

 

Natal, RN, 28 de fevereiro de 2018.